sexta-feira, 8 de março de 2019

Detox de redes sociais

Fala, meus amigos.

Nesta semana decidi tirar umas férias das redes sociais e de notícias em geral. Desinstalei os apps do facebosta e do instalixo do celular e não vou acessar pelo menos até o fim da quaresma (21 de abril).

Nem vou perder tempo listando os malefícios das redes sociais, basta uma simples googlada para descobrir quão mal essas merdas fazem pra nós. Tem até um livro sobre o tema.

O facebook eu usava bastante, ficava acompanhando diversas páginas de notícias e até de alguns políticos. Algumas vezes comentava, debatia com outros usuários, essas merdas. Abria o app umas 50 vezes ao dia. Já venho diminuindo o uso há um tempo, agora resolvi radicalizar.

O Instagram praticamente nunca usava, só quando chegava uma notificação de algum amigo me marcando em uma foto aleatória. Não vai fazer falta. Só chimpas postando fotos de uma vida feliz e próspera que não é a deles. 

Eu também tinha o hábito de acessar os principais portais de notícias (G1, Folha, Gazeta do Povo, Uol etc.) pelo menos umas duas vezes ao dia no trabalho. Parei com isso há uns 6 meses e já senti que valeu a pena. TV só assisto quando ligam num ambiente em que estou.

Desativei a opção de mostrar cards de notícia no celular, vai ser detox total. Ao final do período venho relatar pra vocês qual foi o resultado e se consegui atingir o objetivo.

Em abril pretendo publicar a atualização patrimonial do 1T2019.

Abraços e até mais.

terça-feira, 26 de fevereiro de 2019

SMV: o que é e qual sua importância para os relacionamentos modernos?

SMV (Sex Market Value = valor no mercado sexual) trata do poder de atração de um indivíduo e sua capacidade de conseguir ou manter parceiros sexuais.

É o conceito central difundido na “manosfera” norte-americana (blogosfera dos gringos que trata do masculinismo, equivalente aos fóruns da “Real” brasileira) e melhor trabalhado por Rollo Tomassi, autor do livro ”The rational male”, em tradução livre: o macho racional.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Como estudar para concursos públicos - continuação

Dando continuidade ao post Como iniciar os estudos para concursos públicos, seguem minhas considerações sobre alguns pontos importantes que ficaram pendentes.

Qual material usar?


Começo frisando que você NÃO deve utilizar material acadêmico para concursos públicos. 

Dê preferência a materiais específicos, com a teoria resumida e direta. No começo dos estudos eu usava muitos livros, tinha pelo menos uns 2 para cada matéria. Com o tempo fui percebendo que na maioria dos casos é perda de tempo, passei a dar preferência aos cursos em PDF específicos para cada cargo, elaborados por professores especialistas.

Recomendo ponto dos concursos e estratégia concursos. Os preços estão meio absurdos, mas garanto que valem a pena. Tente pegar as aulas demonstrativas de cada matéria e veja se você se adapta. Alguns têm uma garantia de satisfação, se não gostar pode pedir devolução do valor em 30 dias.

Eu vou confessar, tinha costume de comprar os materiais de rateios, pois achava absurdo os caras cobrarem R$1.000 por alguns PDF. Só comprava direto dos sites as matérias mais complicadas, pois assim tinha a opção de tirar duvida com os professores nos fóruns dos sites (nem sei se ainda existe isso).

Bom, superada a questão do material escrito, recomendo com todas as forças que você assine um sistema de questões comentadas. Recomendo os sites tecconcursos e qconcursos. Ambos são baratos e cada um tem suas vantagens e desvantagens. Eu sempre mantinha a assinatura dos dois e ia alternando.

Após ter uma noção média das matérias, recomendo focar os estudos na resolução de questões. Quando for atingindo um nível mais alto, fique só nas revisões-questões, lembre, para ser aprovado você só precisa saber acertar questões.

Quais as matérias básicas?


Depende da área que você escolher. No geral, para os concursos mais visados da esfera federal, podemos elencar as seguintes como estando presentes na maioria:

Gerais (comuns a todas as áreas):

Português
Direito Constitucional
Direito Administrativo
Informática
Raciocínio Lógico
Atualidades

Área Administrativa:

Administração Geral e Pública
Gestão de Pessoas
Administração/Gestão de Materiais
Administração Financeira e Orçamentária - AFO


Se for área policial:
Direito penal e processual penal (e legislação penal - lei de drogas, ECA, Estatuto do Desarmamento etc.)


Qual o melhor local de estudo?


Eu nunca gostei de estudar em bibliotecas, mas você precisa ter um lugar confortável e silencioso para estudar. Se na sua casa mora gente barulhenta e que fica interrompendo, o ideal é procurar outro lugar, uma biblioteca pública, por exemplo.

Se não tem um silêncio bacana por conta de vizinhos ou barulho da rua, recomendo utilizar um abafador de ruídos tipo Plug, em lojas de material de construção você encontra por menos de R$5.


Quantas horas de estudo por dia eu preciso para ser aprovado?


Esse é dos maiores mitos do mundo dos concursos. Nos fóruns é comum vermos gente dizendo que estuda 14 horas por dia há 10 anos para o concurso X e então você conclui que não tem a menor chance de aprovação, disputando contra gente assim.

Bom, isso pra mim é mentira. Ninguém consegue estudar de forma eficaz por tantas horas, o cérebro tem uma capacidade limitada de retenção e de concentração, com esse nível de esforço em menos de 1 mês você entra em colapso.

Para um iniciante, na fase pré-edital, o ideal é tentar estudar pelo menos por 3 períodos de 50 minutos por dia. Estuda 50 (totalmente focado, sem parar nem para esticar as pernas), descansa 10. Nesse intervalo de 10 minutos você vai ao banheiro, dá uma circulada pela casa (faça o corpo despertar);

Para nível intermediário, inclusive pós-edital, tente fazer uns 6 ciclos desse e tá bom. Mais que isso só no período pré-prova (tipo um mês antes).

No início pode ficar o final de semana sem estudar, mas a partir do nível intermediário recomendo estudar pelo menos um dia do final de semana (sábado ou domingo).

Recomendo não estudar ininterruptamente, tire pelo menos um dia de folga a cada semana. Se está com muito conteúdo acumulado no pré-prova, descanse pelo menos um dia a cada duas semanas.

Estudar e trabalhar ou só estudar?


Aqui depende da sua sorte. Se alguém vai te bancar (pais, irmãos, cônjuge etc.) e não vai ficar te cobrando, e nem você vai ficar desesperado para passar logo, pode ser uma enorme vantagem, talvez você consiga aumentar a carga de estudo em uns 40% sem maiores dificuldades.

Se você já trabalha, tem responsabilidades financeiras e tal, não recomendo parar de estudar para se dedicar aos estudos. A cobrança autoimposta, aliada à necessidade de ser aprovado logo, só vai te ferrar psicologicamente. Esteja preparado para uma maratona de estudos, não um tiro curto de 100 metros!

Já vi muito isso, pessoas muito bem preparadas, com uma enorme carga de estudos, mas que não conseguem a aprovação simplesmente porque estão sob muita pressão. O Usain Bolt não consegue correr uma maratona no mesmo ritmo dos 100 metros, pessoal.

Precisa ser um gênio ou nerd dentuço?


Não, um blogueiro burro como eu conseguiu. Falo com toda certeza, não precisa ser nerd ou gênio para ser aprovado. Olhando meus colegas de trabalho, também aprovados em concursos, nenhum deles tem uma inteligência muito acima da média. Alguns são até meio "limitados", por assim dizer.

Para ser aprovado em concurso você precisa estudar, estudar mais, persistir, insistir e não desistir. Estudar com afinco e fazer prova até passar. 

Nesse campo os medianos perseverantes têm muito mais chance que os talentosos relapsos.

Se entrar um governo de direita, vão acabar os concursos e privatizar o tudo?


Talvez sim, mas provavelmente não. O serviço público está cada vez menos atraente, a aposentadoria fica mais rigorosa e menos vagas em concursos cada vez mais disputados. Essa é a realidade.

Porém, a meu ver, o serviço público ainda é uma ÓTIMA opção para alguém sem muita perspectiva na vida, principalmente se você for pobre, não muito talentoso para empreender e sem QI (quem indica) para a iniciativa privada.

Não se iluda achando que com um canudo de um bom curso de uma boa universidade você vai conseguir um ótimo emprego numa empresa multinacional foda. Não vai, o filho idiota e puxa saco do amigo do gerentinho tetudo vai ocupar seu lugar e ganhar as promoções.

Agora se você tem um perfil empreendedor, não suporta rotina e burocracia, talvez seja melhor abrir uma birosca na esquina e ficar rico de uma vez. Não esqueça de pagar os impostos certinho, meu salário depende disso, cara!

Bom, respondi os tópicos que eu havia prometido na primeira publicação. Se quiser saber mais alguma coisa pergunte aí.

Por último, gostaria de recomendar o fodendo material do alex meirelles com dicas de métodos de estudo. Se você ficar com preguiça de ler isso aí porque é muito grande, pode desistir dessa vida, os concursos não são para você. 

Estou reunindo forças para voltar a estudar, dessa vez para os cargos TOP da área fiscal e Tribunais de Contas (salário acima de 20k). Se eu voltar mesmo, vou priorizar os posts sobre dicas de estudo, questões comentadas, recomendação de materiais etc..

Abraço!

quinta-feira, 10 de janeiro de 2019

Então é Natal, e o que você fez? O ano termina e nasce outra vez...

Fala, pessoal.

Nesses dias é comum pararmos pra pensar sobre o ano que findou e começar a traçar os planos para o próximo. Bom, acho que tudo isso é válido para reflexão.

Vou fazer uma avaliação de como foi meu desempenho em 2018 nas áreas que tracei como prioritárias ao estabelecer as METAS 2018, avaliando se atingi o objetivo ou falhei miseravelmente.


1. Atividades físicas: FALHEI


Falhei miseravelmente, cheguei a pagar o semestre num pacote da academia que incluía malhação e uma luta.  Só fui durante um mês nas aulas de Muay thai. Que vergonha!

Preciso achar alguma atividade física que me dê ânimo de praticar. Ou talvez eu esteja sendo um boçal esperando ânimo. Tenho que fazer porque preciso, não por gostar, afinal de contas.


2. Aportar 54k: FALHEI 


Essa com certeza foi minha maior decepção. Não cheguei nem perto. Atingi apenas uns 65% da meta. Eu pensava que iria superar com folga.

Tive imprevistos de saúde na família, gastos inesperados com o carro que comprei em abril... puts, uma conspiração matrixiana total contra minha liberdade financeira.

No cômputo geral, é como se esse ano tivesse ficado no 0x0 na questão das finanças. Em dezembro de 2017 eu tinha 114k, em dezembro de 2018 devo ter ficado na faixa dos 115k (não fiz fechamento nem acompanhei o financeiro do patrimônio). Pode-se dizer que em 2018 eu trabalhei só para pagar o carro que comprei.

Bom, mas como não me endividei como a maioria dos chimpas, segue o jogo!


3. Ler 30 livros: Sucesso, em partes


Eu parei de contabilizar em junho, quando tinha lido 11 livros. Parei de contar porque me peguei escolhendo um livro para ler só porque era menor e eu terminaria no mês e contaria para a meta.

Desde então acredito que li uns 10 livros físicos, uns 5 ebooks que o Bastter disponibilizou para os assinantes e só. Totalizando por alto creio que li 26 livros, aproximadamente 86% da meta.

Entendo que traçar a meta pela quantidade de livros lidos foi um erro. Talvez horas por semana/mês seria mais adequado, sei lá.

O importante é que eu li razoavelmente muito em 2018, artigos, livros, blogs, notícias (estas estou evitando), portanto tá valendo.


4. Fazer curso de inglês presencial: FALHEI  


Fiz uns 3 meses, mas abandonei antes de concluir o semestre. Achei o curso meio desorganizado, precisariam repor aula em julho e eu estaria viajando. Fiquei puto e desisti. Deveria ter voltado no segundo semestre ou procurado outro curso.


5. Beber menos: Sucesso, em partes


De forma geral em 2018 eu bebi MUITO menos que nos anos anteriores. Ainda cometi alguns excessos, principalmente nas férias e feriados prolongados. Fiquei contente por ter conseguido diminuir o consumo da cana nos meios de semana. Já teve épocas em que eu bebia TODOS os dias.

Pra 2019 espero ter ainda mais consciência no consumo do mé.
__

Olhando friamente, parece que o ano foi um fracasso. De 5 metas, falhei em 3 e cumpri as outras duas apenas parcialmente. O jeito é me esforçar mais esse ano e continuar andando.

É só isso, amigos. Em dezembro eu fiz um retiro de internet, tentei evitar ao máximo o contato com o mundo virtual. Só vacilei por alguns momentos com o facebosta, mas foi válido.

Abraço e feliz 2019 para todos nós. Que Nossa Senhora dos Aportes nos abençoe.

sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Onde um homem solteiro pode conhecer mulheres?

Fala, meus amigos! Estou com esse post em rascunho há muito tempo e hoje resolvi soltar, aproveitando o final de semana que chegou e o mês que se acabou!
--

Creio que todo homem solteiro já se pegou fazendo essa pergunta. Sim, apenas os homens.

Os adolescentes vão a festas ridículas regadas a cachaça e conhecem todo tipo de animais por lá. As mulheres arrumam parceiro em qualquer lugar, rede social, trabalho, bar, festa, mercado, basta dar um sorriso e falar oi, mesmo se for feia e rodada vai achar alguém pra assumir a bomba.

Mas e depois que se atinge certa idade e uma certa intolerância a lugares tumultuados, frequentados por todo tipo de chimpas, onde podemos conhecer mulheres bacanas para relacionamentos?




Ultimamente venho procurado responder essa questão testando alguns ambientes na prática ou simplesmente através de dedução.

Obervação: o ideal é ser apresentado por amigos em comum, isso facilita demais. No post eu falo sobre opções para conhecer mulheres diferentes , que estão fora do seu ciclo de amizades.


Vou apresentar a minha opinião pessoal: 

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Atualização patrimonial outubro/2018 R$ 108.722,77 (+9,83%)

Olá, companheiros de aportes. Mais uma atualização, este mês acho que deu bom para todo mundo que tem ações, praticamente tudo subiu com a euforia pós-eleição.




Ultrapassei novamente a "barreira" dos 100k, minhas ações valorizaram sozinhas quase 10k em relação à última atualização. Aportei somente R$ 2.000 mais uma vez, novamente influenciado por gastos inesperados, desta vez com o carro (sugador de dinheiro essa merda!).

segunda-feira, 1 de outubro de 2018

Atualização mensal setembro 2018 - R$ 98.040,20 (+1,55%)

Fala, colegas!

Mais um mês se passa e, para manter a tradição, é chegada a hora de mais uma atualização mensal.



Não acompanhei nada da Bolsa esse mês, fiquei ocupado com algumas coisas. Fato é que com certeza houve queda em alguns ativos, pois o patrimônio mais uma vez cresceu menos que o aporte, que este mês foi de módicos R$ 2.000.

quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Como iniciar os estudos para concursos públicos - Introdução

Fala, pessoal. Prometi que faria alguns posts sobre como estudar para concursos desde quando iniciei este blog e procrastinei essa joça desde então. Agora vai!

Vou dividir em tantas partes quantas forem necessárias, então relaxa aí. Tentarei ser o mais didático possível nos posts, porém meu foco vai ser nos comentários, pretendo dar dicas com base nas dúvidas dos leitores e incorporar ao texto. Sim, vai ser tipo um "coati", só que grátis! 

Vamos lá! Primeiro falarei sobre as áreas dos concursos, antes de mais nada você precisa definir para qual delas pretende estudar e focar só nela.

Eu separo os concursos em 6 grandes áreas principais: administrativa, fiscal, saúde, TI, policial e jurídica. A minha experiência é com a área administrativa, mas creio que as dicas poderão ser aproveitadas, com as devidas adaptações, nas demais áreas também.

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Este blog apoia Jair Bolsonaro

Olá, amigos.

Passando apenas para registrar que meu voto dia 7 de outubro é Bolsonaro 17.

#Bolsonaro17


Não acho o Bolsonaro o candidato ideal, nem mesmo o mais preparado. Porém, acredito que está na hora de tentar algo diferente. O Amoedo não tem chances, infelizmente. Espero que o Partido NOVO consiga eleger alguns deputados federais para que na próxima eleição eles tenham mais tempo de TV e possam participar dos debates.

Eu não sou um isentão. Estou de saco cheio dessa hegemonia da "esquerda" no poder há praticamente 20 anos (sério que pra você o PSDB é de "direita", seu animal?).

Se você não vota no Bolsonaro, respeito sua posição. Porém nem perca seu tempo tentando me convencer a não votar nele. Já estou decidido. Tudo que a mídia e os opositores falam dele eu estou careca de saber e não vejo motivos para mudar, pois esse papo de machista, homofóbico, racista, fascista não cola.

Cabe registrar que eu não acredito que o Bolsonaro vá vencer as eleições. Acho que ele deve ir para o segundo turno em primeiro lugar, com uma certa folga do segundo colocado, porém como ele tem uma grande rejeição (causada pela lavagem cerebral promovida na galera lacração), é mais provável que o outro candidato vença.

Assim, espero que o Alckmin vá para o segundo turno. Pelo menos vai ser interessante ver petista pedindo voto para o PSDB. 😂😂

Não sendo o Ciro ou o Haddad, já está de bom tamanho. Por fim, vale lembrar que o mais importante é cada um de nós evoluir como pessoas, nenhum Presidente vai resolver nossos problemas.

Abraço e fiquem com Deus.

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Atualização patrimonial agosto de 2018 - R$ 96.516,97 (+2,39%)

Fala, galera!

Considerando que no último post a maioria dos leitores se manifestaram no sentido de eu continuar com a atualização, segue a referente ao mês de agosto.


No meio do mês a Bolsa ensaiou uma recuperação, mas não passou do famoso "voo de galinha". Cenário aparentemente conturbado por causa das eleições, Lula na frente das pesquisas, seguido de perto pelo Bolsonaro. Segurei a queda com o aporte, que foi de R$ 3.500, totalmente direcionado à RF.

Foda ver o patrimônio crescer menos que o aporte, mas faz parte. Segue o baile.