sexta-feira, 8 de março de 2019

Detox de redes sociais

Fala, meus amigos.

Nesta semana decidi tirar umas férias das redes sociais e de notícias em geral. Desinstalei os apps do facebosta e do instalixo do celular e não vou acessar pelo menos até o fim da quaresma (21 de abril).

Nem vou perder tempo listando os malefícios das redes sociais, basta uma simples googlada para descobrir quão mal essas merdas fazem pra nós. Tem até um livro sobre o tema.

O facebook eu usava bastante, ficava acompanhando diversas páginas de notícias e até de alguns políticos. Algumas vezes comentava, debatia com outros usuários, essas merdas. Abria o app umas 50 vezes ao dia. Já venho diminuindo o uso há um tempo, agora resolvi radicalizar.

O Instagram praticamente nunca usava, só quando chegava uma notificação de algum amigo me marcando em uma foto aleatória. Não vai fazer falta. Só chimpas postando fotos de uma vida feliz e próspera que não é a deles. 

Eu também tinha o hábito de acessar os principais portais de notícias (G1, Folha, Gazeta do Povo, Uol etc.) pelo menos umas duas vezes ao dia no trabalho. Parei com isso há uns 6 meses e já senti que valeu a pena. TV só assisto quando ligam num ambiente em que estou.

Desativei a opção de mostrar cards de notícia no celular, vai ser detox total. Ao final do período venho relatar pra vocês qual foi o resultado e se consegui atingir o objetivo.

Em abril pretendo publicar a atualização patrimonial do 1T2019.

Abraços e até mais.

24 comentários:

  1. Esse post me inspirou a desinstalar o Instagram, e acho que vou fazer igual a você, só instalo novamente no fim da Quaresma. Veremos se conseguirei, sou uma viciada em olhar o instagram só por olhar mesmo, uma desgraça.
    Abraços!
    Ana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ana. Instagram é a rede preferida das mulheres, eu não gosto muito de fotos e preferia as discussões do facebosta.

      Faça o teste e tente ficar esse período sem pra ver o que acontece.

      Abraço!

      Excluir
  2. Também coloquei as redes sociais em quarentena. Você se sente meio deslocado/desconectado do mundo no início mas depois é só alegria com o tempo livre e a produtividade nas alturas.

    Abraços,
    investidorsolitario.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vez ou outra eu debloqueio o celular para conferir o facebosta e só então eu lembro que não tenho mais.

      Meu email esta lotado de notificações do site, já desativei essa merda também. Vamos ver como desenvolve.

      Não conhecia seu blog, vou dar uma passada lá. Abraços!

      Excluir
  3. Também estou nessa mesma vibe concursado.

    Quando ódio eu sinto, quando entro nesses lugares e vejo noticias tendenciosas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faça um detox tbm, nessa primeira semana já senti um alívio enorme.
      Às vezes pego o celular para conferir o facebosta e só então lembro que desinstalei. Isso vira um vício.

      Abraço

      Excluir
  4. Nunca fui entusiasta de redes sociais. Como você mesmo disse já há muito material na internet sobre o tema.
    Redes sociais são vitrines apenas, principalmente o Instagram, ambiente de exibicionismo.
    Até as fotos seguem padrões, foto com garrafas de bebida, pensamentos filosóficos, religiosos etc. Quando você conhece pessoalmente quem fez as postagens você vê na maioria das vezes uma diferença gigante entre o que foi postado e o que a pessoa é de verdade.

    ResponderExcluir
  5. Entre idas e vindas com Facebook eu tinha ficado meses com a conta suspensa mas devido à necessidade de participar de grupos fechados que me ajudam a encontrar imóvel para morar, serviços, etc... acabei voltando a usar essa rede mas notei que a dependência que eu tinha desapareceu depois desse tempo todo sem acessar. Literalmente perdi o t3são e não sinto falta de saber oque anda acontecendo na vida dos outros. Gostaria que a minha mulher seguisse o mesmo caminho e largasse mão dessa perda de tempo que é ficar horas navegando por redes sociais.

    Sr.IF
    www.srif365.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As mulheres são mais chegadas nas redes mesmo, principalmente no instalixo.

      Abraço

      Excluir
  6. Rede social e televisão ultimamente estão mais tóxicas ainda, devido a onda progressista e politicamente correta.

    Esses grandes portais de notícia brasileiros estão seguindo o mesmo caminho.

    Acho que no Brasil é pior por que muita gente é demasiadamente influcienta pela TV, e a grande maioria dos artistas, jornalistas e programas viraram cartilhas políticas nos últimos tempos, influenciados pela esquerda caviar carioca e os "hipsters".

    Quando eu morar sozinho não quero nem pensar em assistir TV Aberta e daqui uns meses pretendo excluir minhas redes sociais (ainda tenho por causa de uns grupos).

    futuramenterico.blogspot.com

    Abraços.

    ResponderExcluir
  7. Eu usei uma técnica muito boa há poucos meses. Tem funcionado muito.
    Eu parei de seguir ou desfiz amizade nas redes sociais com pessoas que só postam fofocas, coisas de política, etc. Os amigos que são mais chegados (e daria problema descurtir), eu simplesmente silenciei. Não vejo mais nada de improdutivo. No meu feed só tem coisas produtivas, gente que ensina sobre temas que estou estudando, palestrantes, etc.
    Na prática, nem parece mais uma rede social.
    Tem sido muito bom pra mim.
    Não perco mais tempo com futilidades.
    Achei boa essa técnica pois tem muita coisa boa mas redes sociais, muita mesmo. Por incrível que pareça.
    Grande abraço!

    http://www.acumuladorcompulsivo.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Stark, já dei unfollow em vários perfis, bloqueei páginas etc, tudo isso já fiz. Não adianta, a merda acaba respingando no seu feed de uma forma ou outra.

      Sem falar do algorítimo maluco do facebosta, vc começa vendo um vídeo sobre motivação e de repende o app está sugerindo uma briga de bêbados.

      Pra mim o melhor foi fazer um detox completo. Depois desse período eu reavalio.

      Abraço

      Excluir
  8. Deletei o aplicativo instagram, mas ainda não deletei a conta, já fazem uns 15 dias, não sinto mais necessidade de ver, até esqueço que existe. Facebook ainda mantenho porque recebo algumas mensagens de grupo que acompanho, mas não sigo ninguém

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bacana, Anon. Eu até usava o face pra algumas coisas boas e produtivas, pesquisava anúncios e tal, mas a inutilidade prevalecia.

      Resolvi ser radical nesse primeiro momento.

      Abraço

      Excluir
  9. E aí, IC! Eu sempre Tive redes sociais desde 2011 mas aos poucos fui deixando de lado até que algo engraçado aconteceu..

    Qnd passei no concurso várias pessoas me localizaram no Facebook e entraram em contato CMG e eu percebi o quão frágil e a privacidade do ambiente. Mesma coisa no Instagram. Estou há uns 5 meses sem nenhum dos dois e não sinto nenhuma diferença. Reativarei o Instagram apenas pra registrar momentos importantes de minha carreira. A exemplo do que já vinha fazendo antes mesmo da desativação de ambas as redes.

    Abraços,

    Intendente Frugsl

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, IF.
      As pessoas entram em contato com os aprovados em concursos para investigar se vc tem interesse em assumir e em caso negativo assinar a renúncia à nomeação, assim os excedentes são nomeados com mais rapidez.

      Não existe privacidade para quem está online. Isso é ilusão.

      Vamos ver se eu consigo ficar tanto tempo sem as redes! Até o momento não sinto saudade.

      Abraço!

      Excluir
  10. Ano passado fiz mesma coisa, foi um tempo de redução de ansiedade e tranquilidade.
    Parabens pela iniciativa.

    ResponderExcluir

Seu comentário é bem-vindo e sua opinião será respeitada.

Para tanto, peço que respeite a mim e aos demais comentaristas, evite floodar e fazer qualquer tipo de comentário que possa prejudicar alguém.

Não me responsabilizo pelos comentários de terceiros.