quinta-feira, 3 de outubro de 2019

Passo a passo para a Tranquilidade Financeira - TF

Fala, pessoal. Estou sem postar por algum tempo, nem a atualização trimestral saiu (acho que nem vai, muita preguiça...).

Vou falar rapidamente pra vocês sobre alguns passos simples e importantes para conquistar a Tranquilidade Financeira - TF e porque este é um objetivo mais factível de se buscar que a Independência Financeira - IF

Eu conceituo TF como um estágio em que o investidor já acumulou um bom patrimônio cuja renda passiva o permite levar uma vida bem tranquila, na qual ele pode escolher no que trabalhar independentemente de salário, pois sua subsistência básica já está garantida.

Note que, ao contrário da IF, na TF o investidor apenas detém o suficiente para se manter (moradia, alimentação e demais gastos básicos) sem passar necessidades, enquando na IF é possível manter o mesmo padrão de vida de quando estava na ativa com a carga máxima.

Alguns poucos privilegiados jamais pensariam em trocar de emprego, trabalho, profissão ou até mesmo reduzir sua jornada. Bom, esses provavelmente não vão ler isso aqui mesmo...

Creio que a maioria dos reles mortais vira e mexe se pegam pensando em mudar de ares ou pelo menos dar uma reduzida no ritmo do trabalho, mas se vê preso numas algemas de ouro: o salário é bom, o padrão de vida já está estabelecido ou os aportes exigem.

Para esses, é bem factível buscar acumular um patrimônio razoável cuja manutenção exige basicamente o reinvestimento para dar-lhe segurança para o futuro, permitindo trocar de emprego ou até tirar um período sabático, que seja.

Passos para a tranquilidade financeira

1. Não tenha dívidas. Se vc tem dívida, não é nem gente. Quite essa merda.

2. Tenha uma boa reserva de emergência em algum investimento de alta liquidez. Poupança é indispensável, pelo menos uma parte.

3. Aprenda a investir. Você dificilmente vai conseguir a TF só investindo em poupança, a não ser que tenha um valor realmente muito alto. Alguns optam por imóveis, eu considero arriscado demais concentrar todo o patrimônio num único tipo de investimento. 

4. Acumule 24 meses de DESPESAS mensais pagas. Esse é o momento em que o investidor coloca o primeiro passo na TF, segundo o Bastter.

5. Acumule 24 meses de SALÁRIO mensais em ativos geradores de renda. Um desdobramento da etapa anterior, quanto maior sua taxa de poupança, maior será o lapso entre as etapas 4 e 5.

6. Tenha renda passiva de 50% das suas despesas (calculadas por ano). Aqui é o divisor de águas. Acho que quem chega nesse ponto e não vive como um ermitão já está com "as mãos na taça", basta manter os aportes por alguns meses e a TF vem.

7. Tenha 100% das suas despesas cobertas pela renda passiva. Pronto. Parabéns. Você atingiu a tranquilidade financeira. Agora é livre para escolher no que trabalhar, o que ganhar com seu labor é lucro. Se conseguir pagar as despesas com os rendimentos do trabalho e apenas reinvestir a renda passiva do patrimônio, vai ficar cada mês mais rico e próximo da IF.

Após atingido o passo 6, em tese já seria possível começar a experimentar a TF, migrando para algum trabalho de que goste mais, embora ainda seja arriscado, pois se der merda em algum tempo começará a colocar seu patrimônio duramente acumulado em risco.

Por hoje é tudo. Abraço!

24 comentários:

  1. Fala aí Investidor Concursado, blz?

    Que coisa, recentemente eu estava pensando justamente na tranquilidade que o ato de acumular dinheiro nos proporciona, eu só não sabia que existiam esses passos para atingir a TF.
    E para a minha surpresa, olhando esses passos, vejo que já estou no passo 5.
    Parabéns pelo post e obrigado, mais um combustível para eu seguir firme e forte.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, Investidor do Sertão.

      Quanto mais o patrimônio cresce de forma diversificada e em ativos de valor, menos preocupados com dinheiro nos tornamos. Isso é a libertação da gaiola da corrida dos ratos.

      Estando no passo 5, vc já está muito bem adiantado. Apenas questão de tempo para atingir a TF de forma plena.

      Abraço e obrigado pela visita, amigo.

      Excluir
  2. Fala IC! Tem dicas que nunca ouvi falar, serviu de aprendizado mesmo estando longe ainda da TF, valeu a pena esse post! Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diga, Funça. Foi mais um post onde eu relato minha visão sobre o assunto, beta tem mania de ficar teorizando demais as coisas kkk

      Abraço.

      Excluir
  3. O site do bastter é show em informação, mas a filosofia deles é bem falsa.
    O mantra deles de que preço não importa é totalmente derrubado por eles mesmos quando postam a evolução de aalguma ação top, tipo apple, usando o quê? ah, o preço. kkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sou adepto da filosofia de investimento defendida pelo site bastter.com, adapatada à minha realidade.

      Bom, acho que precisamos ter bom senso e boa vontade quando vamos interpretar alguma informação.

      Quando se diz que "preço não importa", entenda-se:

      "o preço de compra não importa para o pequeno investidor amador, que separa uma parte do seu salário todo mês para investir no ativo que está mais para trás do seu objetivo, pois no longo prazo a tendência é comprar alguns ativos baratos, outros caros, fazendo uma média, assim o investidor não perde tempo tentando acertar o cu da mosca e foca no seu desenvolvimento, assegurando um aporte maior, que é o que fará diferença no enriquecimento".

      Como fica muito grande, eles resumem só em "preço não importa", quem tem bom senso entende, quem fica procurando pelo em ovo, não.

      Abraço!

      Excluir
  4. Parabéns, ótimo texto. A TF é um conceito pouco explorado, e é algo que as pessoas deveriam pensar como algo mais factível do que a IF. Eu particularmente já estou num estágio muito próximo da TF, e não penso em parar de trabalhar, mesmo se atingir a IF. A TF, por ora, já me basta, pois me dá uma grande segurança e conforto para curtir melhor os momentos com a família.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, amigo. Fico feliz de saber que já está próximo à TF, eu ainda demoro alguns vários aportes até chegar lá kkk

      Abraço

      Excluir
  5. Parabéns IC, ótimo post. Na parte 4, o ideal é ter 24 meses de DESPESAS PAGAS em Renda Fixa (CDB, LCI/LCA, TD) visando uma segurança maior? Após isso, no item 5 focar em RENDA PASSIVA através de Ações e FIIs? Seria correto planejar dessa forma?

    Sou iniciante, até Dezembro termino de formar minha reserva de emergência, então estou estudando bastante para planejar meu plano de acúmulo de patrimônio. Gosto bastante da Filosofia do Bastter, mas é preciso saber filtrar, ou seja, não dá pra levar tudo ao pé da letra hehe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Anon, obrigado.

      Quanto a ter 24 meses em RF ou em RV, depende do seu "apetite a riscos". Se vc não se sente confortável em investir na RV, vc não é obrigado a isso. Os investimentos, sob o prisma da TF, servem apenas para lhe assegurar TRANQUILIDADE. Invista seu dinheiro onde vc tem mais paz.

      Para ter uma maior segurança, talvez faça mais sentido aumentar a reserva de emergência (tipo 18 meses de despesas pagas), para só então começar a investir de fato.

      Quando e SE decidir migrar pra RV, pode e deve começar pequeno, estabelecendo uma meta de 20% do patrimônio em ações e FIIs. Como vc vai aportando aos poucos, vai tendo tempo de testar seus limites e sua tolerância às flutuações da RV.

      Quanto a filtrar o conteudo do bastter, acho que isso é fundamental com qualquer coisa. Sou critão e quando leio a biblia preciso filtrar seu conteúdo para definir o que se aplica à realidade de hoje e o que não.

      Abraço!

      Excluir
  6. Muito interessante o conceito da TF IC, acredito que pensar nesse primeiro degrau antes da IF é até mais produtivo e factível.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Boa IC!
    Ter dívidas é uma merda, procuro pagar tudo no débito ou dinheiro, sem parcelar.
    Parcelo apenas passagens aéreas para viajar. Sempre viajo com as passagens pagas!
    O segredo é o aporte mensal e ter foco logo no início do mês!
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, VP.

      Cara, não considero contas parceladas no cartão como "dívida" no sentido que trabalho aqui. Se a pessoa tem os gastos controlados, o cartão de crédito é um ótimo aliado para o fluxo de caixa.

      Se vc vai comprar uma coisa que não dão desconto à vista, mas parcelam em 10X sem juros, por que não?

      Eu também prefiro mil vezes pagar à vista quando dão qualquer desconto (nem que seja 5%).

      Só o aporte salva, já dizia o Pobreta!

      Excluir
  8. Grande investidor concursado.. estou no passo 1 ainda mais já sinto um alívio em ver que começou a sobrar... E não a faltar para com as contas .. estou quase sem dívidas... ... Se te perguntasse oque e mais importante
    Tf oi If oque diria?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu primeiro carro comprei financiado com 30% de entrada, naquela outra época dos juros "baixos", em 2012. Enquanto não quitei, não tive sossego, a sensação de não dever ninguém é divina.

      Bom, a TF é um degrau para a IF, quem se torna IF já superou a TF, logo esta última é mais fácil de se atingir, exige um patrimônio menor.

      Então, diria que a IF é um objetivo de longuíssimo prazo, algo para atingir lá pros 50-60 anos. Enquanto a TF dá pra atingir com uns 40-50 anos, dependendo de quando começou com os investimentos (acho que uns 15 anos de aportes regulares devem bastar).

      Excluir
  9. Gostei muito do Post IC.

    Ainda estou na busca pelo 1° ano de despesas em algo de liquidez, mas se alguém como o BASTTER indica 2 anos, deve ter algum motivo. Bom, um objetivo por vez.

    Parabéns pelo Post!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, JA. Que bom que o post foi útil.

      Então, o bastter fala que quando tem 2 anos de despesas pagas em investimentos, o cara começa a experimentar a TF, mas o caminho passa primeiro pela RE (3-6 meses de despesas), depois 1 ano, 2 anos, aí 3, 5, 10... e o céu é o limite.

      Sim, um passo de cada vez, só de não ter dívida e já quase com 1 ano poupado, andou bastante na jornada pela TF.

      Abraço!

      Excluir
  10. Dependendo do meu estado de humor eu penso nisso sim!
    Mas acredito que a TF seja um estágio que todos nós vamos atingir antes da IF... agora, quem vai largar o barco e ver afundar de camarote é outra coisa...rs
    Mas estamos aí...vivendo e aprendendo com as porradas da vida.
    Abç

    ResponderExcluir
  11. "acredito que a TF seja um estágio que todos nós vamos atingir antes da IF.

    Com certeza, a TF antecede a IF, ela exige um patrimônio menor, embora o investidor ainda não possa "viver de renda", ele já pode escolher um trabalho/ocupação de que goste mais, sem ter a preocupação imediata com as contas ordinárias.

    Abraço!

    ResponderExcluir
  12. Parabéns pelo blog. Continue! Coloquei o seu blog na minha blogroll. Abraço!

    ResponderExcluir
  13. Essa parte da dívida eu tenho mas está controlada, mais alguns anos e termino de pagar. E enquanto isso, invisto pouco, pra ir aprendendo, e quando terminar de pagar aumentarei meus aportes.

    ResponderExcluir

Seu comentário é bem-vindo e sua opinião será respeitada.

Para tanto, peço que respeite a mim e aos demais comentaristas, evite floodar e fazer qualquer tipo de comentário que possa prejudicar alguém.

Não me responsabilizo pelos comentários de terceiros.