quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Como iniciar os estudos para concursos públicos - Introdução

Fala, pessoal. Prometi que faria alguns posts sobre como estudar para concursos desde quando iniciei este blog e procrastinei essa joça desde então. Agora vai!

Vou dividir em tantas partes quantas forem necessárias, então relaxa aí. Tentarei ser o mais didático possível nos posts, porém meu foco vai ser nos comentários, pretendo dar dicas com base nas dúvidas dos leitores e incorporar ao texto. Sim, vai ser tipo um "coati", só que grátis! 

Vamos lá! Primeiro falarei sobre as áreas dos concursos, antes de mais nada você precisa definir para qual delas pretende estudar e focar só nela.

Eu separo os concursos em 6 grandes áreas principais: administrativa, fiscal, saúde, TI, policial e jurídica. A minha experiência é com a área administrativa, mas creio que as dicas poderão ser aproveitadas, com as devidas adaptações, nas demais áreas também.


Área administrativa, lugar dos Burocratas!

A área administrativa é indicada para quem não tem formação jurídica (direilixo) ou, meso que tenha, não pretende seguir carreira como Dotô. Eu, por exemplo, fiz um curso tecnólogo EaD lixoso numa uniesquina qualquer só pra ter o diploma e poder fazer concurso de nível superior.

Também é indicada para quem tem somente o nível médio (ainda se chama assim?) e não quer (ou já cansou) de se ser estuprado sem vaselina ou cuspe pelas empresas privadas para ganhar salário mínimo. Temos concursos de nível médio com salário acima de 10k (Câmaras legislativas, Senado, Tribunais de Contas), porém a maioria fica na faixa dos 2-6k.

Se não tem talento nem vocação para nada nessa vida, esse é seu lugar, campeão! Tamo junto! \o/


Será como posso arrancar mais dinheiro desse "contribuinte"?


A área fiscal é pra você trabalhar arrecadando dinheiro pro governo. Fiscal da Receita Federal ou dos fiscos estaduais e municipais. Via de regra, é a carreira mais bem paga do Poder Executivo (eles quem trazem o dinheiro pra pagar os outros servidores e para encher o bolso dos políticos).

Tem concorrência fodida com matérias bem sinistras (matemática financeira, contabilidade, economia, direitos de toda espécie etc.), se você é iniciante, recomendo passar longe, POR ENQUANTO.


Breve pausa no plantão para um descanso


A área de saúde nem precisa explicar. Só vale mencionar o detalhe que muita gente faz cursos técnicos de nível médio (enfermagem, laboratório, gesso, raio-x etc.) com o intuito de prestar esses concursos. Geralmente têm uma concorrência menor que a área administrativa, porém oferece menos vagas. Os hospitais universitários têm lançado algumas vagas nos últimos tempos.


Blogueiro que decide estudar para concursos


A área de TI também não tem nada pra comentar. Considero uma área complicada e concorrida, pois tem muito nerd nesses cursos e não há tantas vagas assim. Se você já tem nível superior na área e não consegue ser aprovado, talvez vala a pena migrar pra área administrativa (talvez, você deve avaliar).

Detalhe: nos órgãos em que trabalhei, os aprovados na área de TI geralmente são o oposto da imagem do nerd tetinha. Ou seja: todos nerds nutella! Os nerds raíz não sei por qual motivo geralmente vão pra área administrativa (provavelmente pq são burros demais pra passar na área de TI, vai saber).


Tropa de Elite, osso duro de roer!


A área policial é pra quem assistiu ao filme do BOPE e quer fuzilar marginal e meter a porrada em burguês safado!

Têm vagas pra nível médio (Soldado da PM e Agente da Civil em alguns poucos estados). A maioria das boas vagas é pra nível superior, em qualquer área de formação (exceto Delegado - direito - e Perito - áreas específicas, informática, medicina, química etc.).

Vale citar o concurso da Polícia Federal, pra Agente e Escrivão, da Polícia Rodoviária, e de Agente da Polícia Civil de alguns estados, para os quais o salário inicial tá na faixa dos R$ 10k.

Acho que são concursos pra quem tem vocação, se você só quer arrumar um cargo público pra ganhar dinheiro e ter estabilidade, evite essa área, pois é muito perigosa e não tem os salários tãaao atrativos assim.

Basta lembrar que na PF o índice de suicídio é 6x maior que na média brasileira. Fonte.


Quero um novo auxílio!!!


A área jurídica é a dos deuses e semi-deuses do serviço público. Juiz, Promotor, Defensor Público, Procurador da Fazenda e dos estados e municípios.  Ótimos salários, na maioria dos casos muitas responsabilidades. Exigem formação em direito e prática jurídica (3 anos de atuação como Dotô ou em cargos públicos que exigem formação em direito).

Há ainda os concursos para cartórios, mas é outro assunto, quem se interessa por esse concurso não vem pegar dicas no meu blog, foda-se. Outro concurso foda é de "prático", que são os flanelinhas de embarcações nos portos brasileiros (sim, até isso é por concurso no BR). Também não vem ao caso me aprofundar.
_

Definida a área, é importante que você não queira passar direto pra auditor da receita ou juiz federal, a menos que você tenha uma inteligência muito acima da média e condições de se dedicar por muito tempo exclusivamente aos estudos, bancado por papai e mamãe.

O recomendado é você focar primeiro nos concursos menos concorridos, com salários menores (estaduais, municipais ou do executivo federal, dos conselhos de classe, de empresas públicas, etc.). Depois de passar em um concurso de nível médio com baixa remuneração, você poderá usar a técnica da escadinha: vai passando de concurso em concurso até chegar em um cargo bacana com boa remuneração.

Eu fiz assim. Primeiro passei num concurso com o salário de uns 1,8k. Depois passei pra outro melhor (4k), só depois consegui a aprovação pra nível médio num tribunal (5k). Só então passei para Analista do Judiciário (+10k), onde estou atualmente, por enquanto...

Para introdução acho que está de bom tamanho. Na sequência pretendo falar dos seguintes tópicos (se sentir falta de algum, comenta aí):

Qual material usar?
Quais as matérias básicas?
Qual o melhor local de estudo?
Quantas horas de estudo por dia eu preciso para ser aprovado?
Estudar e trabalhar ou só estudar?
Precisa ser um gênio ou nerd dentuço?
Se entrar um governo de direita, vão acabar os concursos e privatizar o judiciário?

Abraço e fiquem com DEUS!

21 comentários:

  1. Excelentes dicas para quem está ou quer estudar para concurso!

    Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, vou tentar fazer uma série de posts bacana sobre os concursos.

      Excluir
  2. "onde estou atualmente, por enquanto..." tomara que passe logo para coisa melhor. AJAJ é um bom cargo, mas ainda sim intermediário.

    minhas sugestões:

    https://acervost.blogspot.com//2017/06/livro-como-estudar-para-concursos-2017.html

    meu texto introdutório:

    https://acervost.blogspot.com/2016/08/texto-por-que-estudar-para-concurso.html

    abs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, o Judiciário federal deve ficar estagnado nos próximos anos em função do teto dos gastos, provavelmente não teremos novo reajuste nos próximos anos. Sou AJAA.

      Obrigado pela colaborção. O Alex Meirelles é foda, vou indicar o PDF dele com as dicas de estudo para a Receita no próximo post.

      Abraço.

      Excluir
  3. Qual sera o próximo rs? Estou aprovado num nivel medio 4.5k e outro 3k esperando chamar. Meu próximo alvo é ver se entro num de 7k em um tribunal ou na assembleia. É tao osso entrar num terminal assim? Tenho ponto de vista que só passa quem manda 90% da prova ou além disso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Outra coisa, ainda não encarei a tao temida Cespe, alguma dica pra essa criatura rsrs?

      Excluir
    2. O próximo deve ser de algum tribunal de contas ou da área fiscal. Espero retomar os estudos logo, estou muito acomodado.

      Parabéns pelas aprovações, espero que a nomeação venha em breve. Os próximos degraus da escada serão muito mais fáceis, vc verá (basta não ficar muito tempo acomodado).

      Quanto à porcentagem de acertos, varia muito conforme a banca e o nível da prova. Dificilmente alguém consegue cravar 90% líquidos em uma prova de tribunal organizada pelo Cespe. A FCC antes costumava fazer provas fáceis, se errasse mais de 5 questões estaria fora.

      Para uma prova regular do Cespe (salário +5k, uma errada anula uma certa) eu recomendo vc buscar fazer entre 70-80% dos pontos líquidos.

      Assim, se a prova tem 120 questões, vc deve tentar fazer entre 80-95 pontos líquidos, algo como responder 110, errar apenas umas 8 ou 15 questões.

      A maioria dos concursos em que fui aprovado foi organizada pelo Cespe, prefiro essa banca, apesar das maluquices e trambiques que já aconteceram.

      Excluir
    3. Bacana, depois se puder falar mais das suas estratégias de estudo/prova pra banca, tem muito conteudo na internet, mas ouvir de uma pessoa mais normal e anônimo parece ser mais confiável hahahha.

      Excluir
  4. Minha área é uma bosta pra concurso, sou formado em engenharia mecânica. Porém, devido ao sucateamento da nossa economia, que tá levando a uma desindustrialização, na área privada está cada vez pior! As vagas são extremamente limitadas, com bastante concorrentes. É duro hein.. Desculpe a reclamação, mas to aqui tentando me motiva pra estudar que nem um condenado pra passar em primeiro, pois geralmente só tem uma vaga (quando né é CR).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, anon. A situação econômica do BR está muito triste. :(

      Pra áreas específicas da engenharia realmente são pouquíssimas vagas. Boa parte dos engenheiros vai logo pra área administrativa ou pra área fiscal.

      Você está estudando há quanto tempo? Já obteve algum bom resultado? Não desanime, concurso se faz ATÉ passar.

      Abraço e bons estudos.

      Excluir
    2. Estou formando em engenharia anônimo, concursos na nossa area sao mt concorridos e sem vagas, tem muito mais oportunidade em outras áreas que exigem so nivel superior.

      Excluir
  5. Fala IC! Post show de bola, uma boa introdução para quem quer estudar para concursos. O bom é que você vai escrevendo aos poucos, ao invés de fazer que nem eu, vai falando tudo de uma vez kkkkkkkkkk Um abraço, amigo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala, Funça! Obrigado, optei por fazer aos poucos para tentar ser bem didático e abarcar tudo, tomara que eu não desista no meio do caminho kkk

      Abraço!

      Excluir
  6. As vezes penso em concursos, mas só valeria a pena concursos com maior remuneração para compensar uma mudança de cidade... se não fosse o pequeno detalhe de estar velho e ter que encarar uma concorrencia tao desesperada quanto um venezuelano atrás de um prato de comida... Vc que está dentro do sistema não nota um deterioração uma tendência de provimento de poucos cargos?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Investidor Cuidadoso. Se vc tem menos de 60 anos não pode se considerar velho para estudar para concursos. A menos que pretenda fazer concurso policial e já não dê conta do TAF kkk

      "Vc que está dentro do sistema não nota um deterioração uma tendência de provimento de poucos cargos?"

      Sim, desde 2014 os concursos deram uma minguada e a tendência no curto prazo é de poucas provas e ainda menos nomeações. Porém, sempre está saindo um ou outro concurso por aí, mesmo que com menos vagas.

      Quando eu fui aprovado no primeiro estava no auge da crise pós-2008, pelo noticiário o mundo iria acabar. Se eu tivesse me deixado levar pelo pessimismo, hoje não estaria aqui.

      Abraço!

      Excluir
  7. Texto muito bom!
    Sou AJTI e estou meio acomodado, querendo voltar a estudar para alguma coisa, talvez área fiscal.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por prestigiar, colega. Tbm sou AJ do poder judiciário. Nosso cargo tem um salário razoável, mas comparado aos Tops ainda temos muito a evoluir. Também estou querendo estudar para área fiscal.

      Abraço!

      Excluir
  8. Esse ano irei tentar presta algum nivel medio com salário de 3 a 4 mil.
    Infelizmente ainda nao tenho faculdade...
    Irei acompanhar seu blog! Um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Hélio. Você está certo em mirar os cargos menos disputados com a remuneração um pouco menor nesse início. Depois da primeira aprovação vá buscando outros cargos melhores e inclusive faça uma graduação para poder disputador os cargos de nível superior.

      Se pretende mesmo ser um burocrata, recomendo fazer direito.

      Abraço!

      Excluir
  9. Faz tempo que você comentou lá no blog que ia escrever um texto dando dicas para concurso, e finalmente, hein? rsrs

    Vou acompanhar essa série, vai ser interessante. E tem muita gente interessada nesse tema aqui na finansfera, então não deixe de escrever Concursado!

    "não quer (ou já cansou) de se ser estuprado sem vaselina ou cuspe pelas empresas privadas para ganhar salário mínimo."

    Então quer dizer que se a empresa privada usar vaselina ou cuspe tá tudo bem? kkkkkk 🤣

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkkkk

      Se a vaselina (salário) for boa, talvez até dê para suportar!

      Excluir

Seu comentário é bem-vindo e sua opinião será respeitada.

Para tanto, peço que respeite a mim e aos demais comentaristas, evite floodar e fazer qualquer tipo de comentário que possa prejudicar alguém.

Não me responsabilizo pelos comentários de terceiros.